2013 in review

The WordPress.com stats helper monkeys prepared a 2013 annual report for this blog.

Here’s an excerpt:

The concert hall at the Sydney Opera House holds 2,700 people. This blog was viewed about 43,000 times in 2013. If it were a concert at Sydney Opera House, it would take about 16 sold-out performances for that many people to see it.

Click here to see the complete report.

Anúncios

Os números de 2012

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2012 deste blog.

Aqui está um resumo:

4,329 films were submitted to the 2012 Cannes Film Festival. This blog had 36.000 views in 2012. If each view were a film, this blog would power 8 Film Festivals

Clique aqui para ver o relatório completo

Entendendo o SharePoint 2010

O SharePoint é um produto muito poderoso que oferece solução para diversas necessidades de negócio. Mas algo que vejo muito no mercado é a falta de entendimento sobre alguns desses recursos, essa que muitas vezes acaba gerando impacto negativo na entrega de projetos e soluções com arquitetura inadequada.

Esta série de post fala sobre alguns assuntos que vi serem mais impactantes no dia a dia de projetos SharePoint. Espero dar a minha opinião sobre o assunto e poder esclarecer algum desses pontos.

Seguem os temas:

Sugestões de temas são bem-vindas!

Entendendo o Desenvolvimento para SharePoint

O SharePoint 2010 possui diversos recursos para customização sem desenvolvimento, com pouco desenvolvimento ou com muito desenvolvimento. Tudo depende da solução proposta para a necessidade de negócio.

É comum ver projetos com problemas de definição do uso de recursos (projetos utilizando recursos que não deveriam ao invés de outros mais adequados), com excesso de desenvolvimento (muito código ao invés de utilizar as funções nativas do SharePoint), entre outros problemas.

A principal causa disso, na minha visão, é a falta de conhecimento do produto e a melhor forma de utilizá-los.

Geralmente o SharePoint é encarado apenas como um produto feito em ASP.NET e com isso entende-se que qualquer desenvolvedor ASP.NET está apto a customizar o SharePoint, sem nem ao menos conhecê-lo. Essas soluções muitas vezes demoram muito para serem criadas e são mais caras, já que tudo é feito novamente ao invés de utilizar recursos nativos.

Mas como resolver esse problema? Não existe milagre, mas algo que eu acredito que funcionaria é dito com uma só palavra: Capacitação.

Neste post vou mostrar alguns conceitos de densenvolvimento para SharePoint e comparar o desenvolvimento com aplicações ASP.NET tradicionais.

Este post faz parte de uma série de posts sobre entendimento do SharePoint 2010, acesse o post principal para ver os outros assuntos: Entendendo o SharePoint 2010

Continue lendo »

Os números de 2011

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2011 deste blog.

Aqui está um resumo:

A sala de concertos da Ópera de Sydney tem uma capacidade de 2.700 pessoas. Este blog foi visitado cerca de 13.000 vezes em 2011. Se fosse a sala de concertos, eram precisos 5 concertos egostados para sentar essas pessoas todas.

Clique aqui para ver o relatório completo