Carregando um VHD para o Windows Azure

Estou montando o meu ambiente de teste mas chegou em um momento onde meu computador não dá mais conta do recado, falta memória para montar uma estrutura com tantas máquinas virtuais. A solução que estou cogitando usar é recurso de máquinas virtuais do Windows Azure, que me possibilita criar máquinas virtuais novas ou subir os meus VHDs existentes.

Neste post vou mostrar como subir um VHD para o Windows Azure.

Este post não fala exatamente sobre as melhores práticas de como fazer este procedimento, apenas estou explicando a forma que eu encontrei para fazer o procedimento funcionar.

Para carregar um VHD existe uma ferramenta na Windows Azure SDK for .NET – June 2012 (1.7) que se chama CSUpload, mas fiquem atentos e baixem sempre a última versão.

 

Configurando o Certificado

Para fazer uma conexão com o Windows Azure a partir da máquina local é necessário criar um certificado, instalar no computador local e depois no Windows Azure.

Para criar o certificado utilize o comando da listagem 01.

makecert -r -pe -n “CN=AzureMgmt” -a sha1 -len 2048 -ss My “AzureMgmt.cer”

Listagem 01: Criando o certificado

 

A imagem 01 mostra o comando sendo executado e o resultado. Como executei o comando a partir do c: o certificado será gerado neste diretório.

VHDUpload-01

Imagem 01: Criando o certificado

 

Clique com o botão direito e em Install Certificate para instalar o certificado no computador local, conforme a imagem 02.

VHDUpload-02

Imagem 02: Instalando o certificado no computador local

O próximo passo é executar o Certificate Import Wizard, este assistente irá fazer a instalação do certificado no Azure. Na tela a seguir você pode escolher o storage em que o certificado será salvo, instalei na máquina local para poder utilizar em outros usuários, conforme imagem 03.

VHDUpload-03

Imagem 03: Selecionando o storage que o certificado será instalado

 

Depois de ter selecionado o storage, é necessário informar a pasta, selecionei a pasta pessoal (Personal), conforme imagem 04.VHDUpload-04

Imagem 04: Selecionando a pasta em que o certificado será salvo

 

Após isso a tela com os resumos das configurações será exibida, confirme a importação do certificado.

VHDUpload-05

Imagem 05: Confirmando a importação

 

Abra o MMC, adicione o snapi de certificados e acesse os certificados do computador, então entre na pasta Personal / Certificates e veja o certificado instalado, conforme imagem 06.

VHDUpload-06

Imagem 06: Visualizando o certificado instalado no computador local

 

Acesse o site do Windows Azure, selecione as opção Settings e clique em Upload para carregar o certificado, clique em Browse your computer… e selecione o certifiado, depois confirme.

VHDUpload-07

Imagem 07: Carregando o certificado para o Windows Azure

 

A imagem 08 mostra o certificado carregado. Os campos subscription identified e thumbprint foram apagados da imagem, mas eles são de extrema importância para o próximo passo.

VHDUpload-08

Imagem 08: Certificado carregado

 

Carregando o VHD

Agora que o certificado já está instalado no computador local e no Windows Azure, é necessário abrir a conexão entre eles, para isso abra o Windows Azure Command Prompt com privilégios administrativos e execute o comando csupload Set-Connection, conforme listagem 02. Os valores dos parâmetros SubscriptionId e CertificateThumbprint devem ser obtidos da imagem 08, e devem ser os valores do certificado recém importado. Lembrando que o comando foi quebrado para ficar com melhor visual neste post.

csupload Set-Connection

“SubscriptionId=<SubscriptionId>;

CertificateThumbprint=CertificateThumbprint;

ServiceManagementEndpoint=https://management.core.windows.net”

Listagem 02: Abrindo a conexão entre o computador local e o Windows Azure

 

A imagem 09 mostra o comando sendo executado e o resultado.

VHDUpload-09

Imagem 09: Abertura da conexão realizada com sucesso

 

Agora que a conexão está aberta, vamos executar o comando para carregar o VHD para o Windows Azure. No meu caso estava usando somente arquivos VHDX, o que ainda não é suportado pelo Windows Azure, então o resultado foi da imagem 10. Agora é correr atrás de uma forma de converter VHDX para VHD, senão vou ter que refazer todo o ambiente para poder subir para o Azure.

VHDUpload-10

Imagem 10: Tentando carregar um arquivo VHDX

 

O comando para carregar o VHD como uma imagem é o csupload Add-PersistentVMImage, a sua sintaxe é exibida na listagem 03. O parâmetro destination aponta para um blog storage, é necessário que ele seja criado previamente, depois criei um container (pasta) chamado discos para ficar mais organizado. Este VHD está vazio, foi criado em branco apenas para demonstrar o procedimento, já que os meus arquivos VHDX não são compatíveis. Lembrando que o comando foi quebrado para ter um visual melhor aqui no post.

csupload Add-PersistentVMImage

-Destination “http://labvhds.blob.core.windows.net/discos/VHDDemo.vhd”

-Label “VHDDemo”

-LiteralPath “C:\vms\discos\VHDDemo.vhd” -OS Windows

Listagem 03: Comando para carregar o VHD como uma imagem

 

A imagem 11 mostra a execução do comando realizada com sucesso.

VHDUpload-11

Imagem 11: Upload do VHD feito com sucesso

 

Criando a Máquina Virtual com Base no VHD Carregado

 

Agora que o VHD foi carregado no Windows Azure, vamos criar a máquina virtual baseado nele. Para isso, acesse o portal do Windows Azure e selecione a opção Virtual Machines e selecione a opção Create Virtual Machine, conforme imagem 12.

VHDUpload-20

Imagem 12: Iniciando a criação da máquina virtual

 

Na próxima tela selecione as opções de forma que a máquina virtual seja criada a partir da galeria, conforme imagem 13.

VHDUpload-21

Imagem 13: Criando a Virtual Machine a partir da galeria

 

Selecione a opção My Images e verifique se a sua imagem está aparecendo, conforme imagem 14. Selecione-a e continue o processo.

VHDUpload-22

Imagem 14: Selecionando a imagem que carregamos no Windows Azure

 

Informe os valores conforme forem solicitando, o objetivo deste post não é explicar como fazer este procedimento e nem como fazer da melhor forma, o nosso objetivo agora é testar a criação da máquina virtual. Acompanhe o processo nas imagem 15, 16 e 17.

VHDUpload-23

Imagem 15: Informando o nome da máquina virtual, senha do usuário administrator e tamanho da máquina

 

VHDUpload-24

Imagem 16: Informando o DNS da máquina virtual

 

VHDUpload-25

Imagem 17: Confirmando a criação da máquina virtual

 

Agora aguarde o processo de criação da máquina virtual, que irá levar alguns minutos, a imagem 18 mostra o progresso desta operação.

VHDUpload-26

Imagem 18: Aguardando a criação da máquina virtual

 

Como o VHD não possui sistema operacional, a máquina não irá ser provisionada com sucesso e muito menos irá permitir a conexão remota. Mas o objetivo deste post foi completo: upload do VHD para o Windows Azure.

 

Referências:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: