MVP Summit 2012

Na semana do dia 27/02/2012 aconteceu em Bellevue e Redmon o MVP Global Summit edição 2012, que é o encontro que reuni os MVPs do mundo inteiro com muito conteúdo técnico e contato com os times de produtos, conforme a especialidade de cada um.

Neste post vou contar um pouco da experiência de ter participado pela primeira vez do evento, mas nenhum assunto técnico será tratados, apenas a viagem e a experiência.

Apenas para esclarecer, quando alguém é nomeado MVP ele assina um termo de confidencialidade de informações, mais conhecido como NDA. Isso é fundamental para a Microsoft poder liberar conteúdo não aberto ao mercado para os MVPs e garantir que essa informação não vaze prejudicando o lançamento do produto e a competitividade com outros fornecedores. A única coisa que posso falar é que o que vi lá foi muito bacana e vocês ficarão surpresos quando sair no mercado. A Microsoft trabalhou muito na próxima versão do SharePoint e está ficando excelente.

Imagem 01: Eu na projeção do símbolo do programa

 

Preparação para o Evento

Decidi ir ao evento depois de uma reunião que tivemos com os MVPs do Brasil onde o Renato Haddad explicou como era o evento e da experiência que teve nos outros que foi e decidi que não poderia perder esta oportunidade.

A partir daí fui correr atrás da documentação, eu tinha menos de 30 dias para conseguir tudo o que precisava. Eu não tinha passaporte e muito menos o visto. Com a ajuda de alguns MVPs brasileiros com ótimas dicas conseguir tirar o passaporte e ir para Brasília pegar o visto. Por sorte consegui todos os documentos a tempo, foi muito tenso pensar que não poderia ir por causa dos documentos.

No último dia das incrições do evento é que consegui fazer a minha.

 

Viagem de Ida

As viagens de avião para Tacoma (Seattle) são viagens muito longas. Não existem vôos diretos e as escalas algumas vezes demoram. Fui de avião de Uberlândia até Congonhas, depois de ônibus até Guarulhos, avião até Nova Iorque e finalmente um avião até Tacoma.

Saí de casa pelas 15:30 do sábado e cheguei no hotel em Tacoma lá pelas 13:00 horas.

A viagem foi uma das mais perturbadoras que já tive, além do tempo de viagem em quase todos os trajetos aconteceu alguma coisa. Parecia história de cinema. As partes mais emocionantes foram de darmos uma volta em Campinas para reabastecer e ter pego um temporal em Guarulhos e ir viajar enchardado até Nova Iorque.

Chegando em Seattle a viagem aos EUA estava oficialmente começando e não tinha mais volta.

 

Dia 0 – Registro no Evento e Paintball com os MVPs de SharePoint

A segunda-feira era o dia reservado para o registro no evento. Como essa dia não tem programação oficial os MVPs de cada tecnologia costumam fazer algumas atividades por conta. Os MVPs de SharePoint organizaram um paintball, que já é tradição nos MVP Summits, e fomos todos para o campo de paintball.

Foi a primeira vez que joguei paintball, mas as vezes que eu assisti eram algo em torno de 1 a 2 horas. No nosso jogo foi das 09:00 às 16:00 e foram utilizadas 10.000 balas de tinta.

O jogo foi muito divertido e foi possível interagir com os outros MVPs de SharePoint, em especial aos MVPs de SharePoint da Portugal Rodrigo Pinto e da Suíça Andre Lage. O pessoal é muito animado e fizemos partidas muito boas.

Imagem 02: MVPs de SharePoint no Paintball

 

A atividade da noite era um encontro com os MVPs do Brasil e de Portugal no Crab Pot, restaurante que serve o famoso carangueijo gigante do Alasca.

O prato é servido diretamente sobre a mesa, eles só colocam um pedaço de papel e despejam o prato sobre ele. Ele é comido com as mãos e com as ferramentas para quebrar a casca do carangueijo. Além do super carangueijo vem camarão, milho, batata, marisco e um delicioso molho de manteiga.

Imagem 03: MVPs de SharePoint do Brasil e Portugal

 

Dia 1 – Primeiro dia do Evento

As palestras de SharePoint eram todas no campus da Microsoft, então no primeiro dia tive oportundidade de conhecer a Microsoft, que é composta por diversos prédios pequenos. Dá para dizer que é praticamente um bairro de Redmond, você nem percebe que entrou ou que saio do campus, não existe uma entrada e saída, apenas ruas que levam aos prédios. Essas ruas são abertas ao público. Não era o que eu esperava, fiquei surpreso.

Após o dia de evento tivemos a abertura oficial do evento com uma festa. Os brasileiros foram todos com a jaqueta da seleção brasileira e chamamos muito a atenção do pessoal. Além da gente apenas o Canadá vai de “uniforme”, mas como o dele é vermelho acabamos nos destacando muito mais. Era muito fácil ver onde tinha algum brasileiro andando.

Imagem 04: Brasileiros e portugueses na festa de abertura do evento

 

Dia 2 – Segundo dia do Evento

Mais um dia de evento e muito conteúdo. A noite tivemos a festa com o time de produto, esta festa foi numa casa de comédia stand up e sinuca. Além do pessoal de SharePoint estava também os de Exchange, Office 365, Project e Lync. Foi uma boa oportunidade para ter contato com os demais MVPs de forma descontraída.

 

Dia 3 – Terceiro dia do Evento

Último dia de evento, foi nesse dia que tivemos as palestras mais interessantes. Se o evento fosse apenas um dia, esse seria o dia que teria valido a pena. Muito bom o que vimos.

A noite foi realizada a festa de encerramento do evento em um estádio de futebol americano. Nuca havia estado num estádio tão grande assim, fiquei surpreso. Digo isso porque nunca fui nos grandes estádio de futebol do Brasil, de acordo com o que o pessoal falou os grandes estádios daqui são maiores do que esse que fomos. Um dia eu vou conhecê-los.

Novamente o pessoal foi com a jaqueta amarela e se destacou em todas as fotos. Durante o evento todo vinha alguém e falava alguma coisa sobre o Brasil. Numa vez veio um alemão e contou as minhas estrelhas (5) e depois contou as dele (3) e fez cara de choro por ter menos, muito legal essa interação com outros MVPs do mundo.

Imagem 05: Brasileiros na festa de encerramento do evento

 

Dia 4 e 5 – Turismo e Compras

Nos dias após o evento aproveitamos para fazer turimos em Seattle e região e conhecer o Outlet para fazer algumas compras e presentear quem ficou no Brasil.

O pessoal costuma alugar carro para ir a esses lugares, lá é tudo meio distante, as coisas são bem divididas em regiões e para ir de uma para outra precisa ir de transporte público ou trem. A estrutura das cidades é diferente, o centro da cidade possui prédios gigantes, os únicos que existem. Em todos os outros lugares as contruções são mais baixas, não ultrapassando a altura dos pinheiros.

As grandes lojas não ficam no centro, isso significa que para fazer compras você vai ao sentido contrário ao centro. O que é interessante e evita trânsito desnecessário. As lojas costuma ficar um pouco afastadas das cidades e em geral são muito grandes e com muito lugar para estacionar.

As ruas são muito largas e em geral tem 3 pistas ou mais. Parece que tudo é grande, as lojas, ruas, prédios, é muito interessante essa perspectiva diferente.

Fui torcendo para ver neve de perto mas não foi possível, o máximo que consegui ver foram as montanhas e chuva com alguns flocos de neve. Pelo menos um pouquinho eu vi.

No nosso passeio fomos ao museu da música e terror, onde tive a oportunidade de lembrar a adolescência vendo a galeria do museu dedicada ao Nirvana. Haviam vários outros personagens interessantes e a árvore de guitarras.

A sessão de terror tinha vários personagens conhecidos como uma estátua do Alien, máscara e facão do Jason, luva do Fred Cruger, entre outros. Tinha também uma cabine do grito, onde eles mostravam algumas imagens e frases para você se inspirar e depois batiam fotos de você gritando.

A última sessão do museu era dedicada ao filme Avatar, onde tinha vários objetos, interação com computador, um projetor que fazia os “bichinhos” se moverem até a sua sombra e uma experiência de gravação de uma cena, onde você entrava em uma sala com sensores e câmeras e era exibida no telão os seus movimentos como se fosse um avatar.

Imagem 06: A imagem da direita mostra a estátua da capa do disco In Utero do Nirvana e a da esquerda eu na árvore de guitarras.

 

Viagem de Volta

A viagem de volta para Uberlândia foi muito monótona (ainda bem), tirando o alto número de horas que fiquei no aeroporto esperando, tudo ocorreu bem.

Cheguei em Tacoma às 20:00 do sábado e cheguei em casa ás 15:00 da segunda, muito tempo de viagem. No aeroporto de Detroit fiquei umas 12 horas esperando o próximo vôo. Me senti o Tom Hanks no filme O Terminal.

 

Opinião Sobre o Evento

Muitos MVPs falam que o principal benefício do programa é poder participar deste evento, o que passei a concordar depois de ter participado.

O evento possui uma dimensão muito grande e é muito bem estruturado, não vi nenhum problema e nenhuma falha durante todo o andamento do mesmo, funcionou como um “reloginho”. Todos os lugares tinham pessoas do evento para ajudar em qualquer dúvida ou problemas que tívessemos. Alguns deles ficavam o dia inteiro do lado de fora dos prédio organizando os ônibus. Até que estava bem frio, perto de 0º C.

Acredito que a participação neste evento foi uma das coisas mais sensacionais que já fiz, ir para outro país para uma experiência dessas e ver tanto conteúdo como vimos é algo realmente interessante. A iteração com outros MVPs do Brasil e do mundo, com o time de produto e com o conteúdo, são coisas que não tem preço.

Foi bom conhecer novos amigos com o Fernando Henrique, Carlos Amorim, André Lage, Rodrigo Pinto, Ricardo Oneda e ter dividido algum tempo com eles. Obrigado pessoal.

Obrigado especial também aos demais MVPs já conhecidos de longa data, valeu!

Agora é continuar trabalhando para participar do MVP Summit 2013.

 

Link das fotos

Anúncios
Publicado em Eventos. 4 Comments »

4 Respostas to “MVP Summit 2012”

  1. JP Clementi Says:

    Parabéns pelo post Fabian, ficou excelente! 🙂

    Continue contando comigo para as informações a interações com a Microsoft.

    Grande abraço,
    JP

  2. Gesmar Júnior Says:

    Show Fabian, muito bom você trazer essa experiência pra gente!

    Abração..

    Gesmar Júnior

  3. BrunoMaestro Says:

    Show heim Fabian, parabéns pelo Post e espero em breve poder participar também desse evento 😉

  4. Fernando Correia Says:

    Que fantástico, Fabian! Traz muita alegria acompanhar estas suas experiências. Em frente, garoto!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: