SharePoint 2010 e Windows Azure: Utilizando o Poder da Nuvem no Seu Portal

Overview

O Microsoft SharePoint Server e Windows Azure são dois produtos da Microsoft que vem crescendo visivelmente no mercado, vemos cada vez mais empresas utilizando e a comunidade técnica interessada em aprendê-los e estudá-los. Mas como fazer para integrar os recursos desses dois produtos onde um possa tirar proveito do outro?

Neste artigo vamos citar algumas formas de integração e aprofundar um pouco mais em outras para mostrar como é possível utilizar o SharePoint Server e Windows Azure juntos para alavancar as soluções de negócio das empresas.

Quando falamos de SharePoint Server 2010, falamos do SharePoint instalado localmente na estrutura da empresa, ou também conhecido como OnPremise e do SharePoint Online, que faz parte do pacote de produtividade da Microsoft disponibilizado Online para seus clientes, também conhecido com o Office 365.

Solução

Por que SharePoint e Azure?

Antes de começar a falar tecnicamente quais os recursos de ambas tecnologias podemos utilizar para fazer a integração, vamos falar um pouco de por que fazer essa integração. Vamos discutir três pontos principais: alcance, recursos e reuso, esse texto foi extraído e traduzido a partir blog do Steve Fox, mais detalhes nas referências.

Alcance: Quando a nuvem é vista como um lugar para implantar aplicativo, naturalmente o alcance é ampliado. Por exemplo, implantando serviços e aplicativos no Windows Azure, eles estarão disponíveis para muitos clientes que utilizam SharePoint. Aproveitando o Windows Azure Marketplace DataMarket ou implementando os próprios serviços WCF personalizados ou aplicativos ASP.NET, é possível não só melhorar a rentabilidade sobre a utilização do recurso, mas a oportunidade de tirar proveito dos serviços e aplicativos no Windows Azure para outros clientes. Isso é uma grande oportunidade, porque significa que o serviço pode ser feito uma vez, e reutilizado inúmeras vezes, deixando o Windows Azure se preocupar com a escala.

Recursos: Os custos de armazenamento podem ser caros e a necessidade de acessar rapidamente, armazenar e arquivar ativos digitais (documentos, mídias, etcs) só vão aumentar ao longo do tempo. Enquanto soluções como RBS (Remote Blog Storage, é um recurso do SQL Server que o SharePoint utiliza para trabalhar com um grande volume e tamanho de arquivos) são fundamentais para o SharePoint, ter outras maneiras para aproveitar os mecanismos de armazenamento econômico em outros cenários é importante – não apenas para os custos, mas para a otimização da TI e para a maior eficiência que resultará uma melhor experiência para o usuário. Aproveitando o armazenamento de arquivos remotos como o Windows Azure BLOB e gerenciamento de dados no SQL Azure, custos poderão ser reduzidos e a valorização será perceptível pelo cliente mais alto.

Reuso: A nuvem poder ser utilizada para reaproveitamento das habilidades (conhecimento de negócio por exemplo) e código existente. Não é apenas reinvenção e vários aplicativos. Com .NET é possível reutilizar os aplicativos existentes na nuvem ou reutilizar as habilidades existentes para construir novos. Além disso a nuvem fornece a oportunidade de utilização de camadas de serviço que permitem a conectividade entre dispositivos (por exemplo telefone, web, PC) e integração de plataformas.

   

Formas de Integração

O SharePoint e Azure podem ser integrado de várias formas, inclusive em vias de mãos duplas, ou seja, o SharePoint consumindo serviços do Azure e o Azure consumindo dados do SharePoint. Tudo conforme a necessidade de negócio. A tabela 01 mostra mais detalhes sobre as tecnologias do SharePoint, como podem ser utilizadas e como é o suporte no SharePoint OnPremise ou Office 365.

Recurso

Descrição da Integração

OnPremise

Office 365

Client Object Model

Pode ser utilizado em aplicativos clientes para ler a gravar dados no SharePoint, poderia ter algum serviço no Windows Azure consumindo esses dados diretamente do SharePoint.

Suportado

Suportado

Server Object Model

Consumir serviços do Azure e integrar com os dados do SharePoint, só roda no servidor de SharePoint.

Suportado

Não Suportado

BCS

Pode ser utilizado para mapear tabelas do SQL Azure ou serviços no Windows Azure e exibir esses dados como um conteúdo “nativo” do SharePoint.

Suportado

Não Suportado

Silverlight

A partir do Silverlight é possível consumir serviços do Azure e integrá-los ao SharePoint utilizando o Client Object Model.

Suportado

Suportado

JavaScript

A partir do JavaScript podemos consumir serviços do Azure e integrá-los ao SharePoint utilizando o Client Object Model.

Suportado

Suportado

InfoPath 2010

O formulário consome dados de tabelas do SQL Azure ou serviços do Windows Azure.

Suportado

Suportado

Sandboxed Solutions

Sandbox solutions são executadas em contexto isolado e sem interação com o mundo exterior, por isso não são suportadas.

Não Suportado

Não Suportado

Web Parts

Consumir serviços do Azure e interagir com os objetos do SharePoint utilizando a server object model.

Suportado

Não Suportado

Workflow / Event Receivers

Regras de negócio que consultam serviços do Azure.

Suportado

Não Suportado

REST

Pode ser utilizado em aplicativos clientes para ler a gravar dados no SharePoint, poderia ter algum serviço no Windows Azure consumindo esses dados diretamente do SharePoint.

Suportado

Suportado

Search

Busca federada em dados do SQL Azure

Suportado

Suportado

 

Veja Mais

 

SharePoint como Plataforma de Integração

Isoladamente o SharePoint e Azure já vem se consolidando como plataformas robustas de implementação de regras de negócio. Juntando as duas as possiblidades aumentam. O SharePoint passa a ser cada vez mais importante no papel de integrador de informações das empresas, a partir dele o usuário final pode consumir qualquer tipo de serviço/informações, o que facilita muito a sua experiência e com isso a satisfação.

A imagem 01 mostra um resumo dessa integração, onde o SharePoint é o ponto central de acesso do usuário que pode estar utilizando um desktop, notebook, dispositivo móvel e a internet e a partir daí consumir dados consolidados que podem vir de qualquer lugar como serviços internos como CRM, ERP, banco de dados ou até serviços externos como no Windows Azure ou qualquer outro local.

Dessa forma o usuário sempre encontrara a informação que precisa e mais do que apenas encontrar, poderá tomar ações sobre ela aumentando a sua produtividade.

Imagem 01: SharePoint como plataforma de integração de informações

 

Referências

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: