Entendendo os Ambientes Envolvidos em Projetos SharePoint

É muito comum existirem dúvidas sobre a estrutura de máquinas e ambientes necessárias para o desenvolvimento de projetos SharePoint. Principalmente como que os desenvolvedores devem trabalhar, se precisa instalar Visual Studio na máquina local ou não, se dá para utilizar WTS, entre outras dúvidas.

Neste post vou falar sobre o que eu acho que seria o ambiente ideal de desenvolvimento de projetos SharePoint, conforme o cenário, ele pode ser alterado sem problemas. O objetivo principal é mais uma orientação inicial do que um manual de como montar o ambiente.

Este post faz parte de uma série de posts sobre entendimento do SharePoint 2010, acesse o post principal para ver os outros assuntos: Entendendo o SharePoint 2010

Leia o resto deste post »

Trabalhando com Dados do SharePoint Online com o Web Service Lists.ASMX

Trabalhar com objetos do SharePoint Online possuem um item diferente do SharePoint OnPremise, como já tratado no post Trabalhando com Dados do SharePoint Online com o .NET Client Object Model, que é a autenticação.

Neste post vou mostrar como acessar os dados do SharePont Online através do web service Lists.asmx.

Leia o resto deste post »

Trabalhando com Dados do SharePoint Online com o .NET Client Object Model

O SharePoint 2010 trouxe várias formas de acessar seus dados remotamente, ou seja, a partir de programas que não estão executando no mesmo servidor. Esses recursos estão disponíveis na verão local (OnPremise) e no Office 365 (SharePoint Online).

Neste post vou mostrar como trabalhar com esses dados do SharePoint Online, para isso vou utilizar uma lista de tarefas padrão do SharePoint e a API para acesso remoto através do .NET.

Leia o resto deste post »

Teste Unitários em Projetos SharePoint Utilizando o Padrão Repositório e a biblioteca Moq

Testar projetos SharePoint algumas vezes pode ser um desafio, principalmente por causa dos dados estarem armazenados no SharePoint e para executar os testes eles devem ser executados diretamente de dentro do servidor.

Para esse tipo de problema existem uma solução que consiste em substituir a camada de acesso a dados, no caso fazer um mock, e testar as regras de negócio sem precisar do SharePoint.

Neste post vou mostrar um exemplo de como fazer um mock utilizando a biblioteca Moq com o padrão repostitório para executar os testes unitários nas regras de negócio.

Leia o resto deste post »

Entendendo o Uso do InfoPath no SharePoint

O InfopPath 2010 é uma excelente ferramenta para ser utilizada em conjunto com o SharePoint 2010, ele agrega muito valor a qualquer projeto e é muito funcional e produtivo, permitindo entregar soluções mais rapidamente do que outras ferramentas. 

Neste post vou mostrar algumas considerações sobre o uso do InfoPath no SharePoint, não irei abordar assuntos técnicos.

Este post faz parte de uma série de posts sobre entendimento do SharePoint 2010, acesse o post principal para ver os outros assuntos: Entendendo o SharePoint 2010

Leia o resto deste post »

Entendendo o Desenvolvimento de Workflows

Workflows são recursos muito importantes para os projetos SharePoint, isso porque eles agregam muito valor para o cliente. Grande parte desses workflows são criados pelo SharePoint Designer, mas alguns necessitam ser desenvolvimentos utilizando o Visual Studio, que na minha opinião são os artefatos mais complexos que podem ser gerados com o SharePoint 2010, porque são eles que irão gerenciar outros recursos de forma direta ou indireta. Um serviço pode ser chamado diretamente a partir do workflow, enquanto uma formatação condicional em formulários InfoPath podem ser utilizadas a partir de campos alterados pelo workflow.

É comum um workflow ser o núcleo de uma solução com diversos componentes.

Mas o que acontece muitas vezes é os workflows não são feitos de uma forma amigável e geram mais trabalho (incômodos) do que solução. O que leva ao descrédito da tecnologia e as pessoas fugirem dele de toda forma.

Na minha visão o workflow é uma ferramenta (recurso) muito útil em determinados projetos e a sua utilização é fundamental para o seu sucesso. Neste post vou falar sobre algumas boas práticas que acho importantes serem seguidas nesse desenvolvimento e evitar problemas futuros.

Gosto muito de trabalhar com workflows e acredito que são ótimas soluções para diversos cenários, indispensável para clientes que precisem de aprovações de tarefas, documentos e processos mais complexos. Agilizando e desburocratizando o fluxo de negócio.

Este post faz parte de uma série de posts sobre entendimento do SharePoint 2010, acesse o post principal para ver os outros assuntos: Entendendo o SharePoint 2010

Leia o resto deste post »

Entendendo o Desenvolvimento para SharePoint

O SharePoint 2010 possui diversos recursos para customização sem desenvolvimento, com pouco desenvolvimento ou com muito desenvolvimento. Tudo depende da solução proposta para a necessidade de negócio.

É comum ver projetos com problemas de definição do uso de recursos (projetos utilizando recursos que não deveriam ao invés de outros mais adequados), com excesso de desenvolvimento (muito código ao invés de utilizar as funções nativas do SharePoint), entre outros problemas.

A principal causa disso, na minha visão, é a falta de conhecimento do produto e a melhor forma de utilizá-los.

Geralmente o SharePoint é encarado apenas como um produto feito em ASP.NET e com isso entende-se que qualquer desenvolvedor ASP.NET está apto a customizar o SharePoint, sem nem ao menos conhecê-lo. Essas soluções muitas vezes demoram muito para serem criadas e são mais caras, já que tudo é feito novamente ao invés de utilizar recursos nativos.

Mas como resolver esse problema? Não existe milagre, mas algo que eu acredito que funcionaria é dito com uma só palavra: Capacitação.

Neste post vou mostrar alguns conceitos de densenvolvimento para SharePoint e comparar o desenvolvimento com aplicações ASP.NET tradicionais.

Este post faz parte de uma série de posts sobre entendimento do SharePoint 2010, acesse o post principal para ver os outros assuntos: Entendendo o SharePoint 2010

Leia o resto deste post »

Entendendo o SharePoint 2010

O SharePoint é um produto muito poderoso que oferece solução para diversas necessidades de negócio. Mas algo que vejo muito no mercado é a falta de entendimento sobre alguns desses recursos, essa que muitas vezes acaba gerando impacto negativo na entrega de projetos e soluções com arquitetura inadequada.

Esta série de post fala sobre alguns assuntos que vi serem mais impactantes no dia a dia de projetos SharePoint. Espero dar a minha opinião sobre o assunto e poder esclarecer algum desses pontos.

Seguem os temas:

Sugestões de temas são bem-vindas!

Entendendo o Desenvolvimento para Office 365

Quando o SharePoint Online 2010, que faz parte do Office 365, foi lançado e seus recursos apresentados, o primeiro comentário que eu fiz foi: “O SharePoint Online é muito limitado para desenvolvimento, possui o recurso de sandbox solution mas não consigo fazer nada com ele”.

Após uma análise mais profunda eu entendi (ou acho que entendi) qual era o modelo de desenvolvimento para o Office 365. Neste post vou falar as minhas percepções sobre customização com código do SharePoint Online.

Este post faz parte de uma série de posts sobre entendimento do SharePoint 2010, acesse o post principal para ver os outros assuntos: Entendendo o SharePoint 2010

Leia o resto deste post »

SharePoint 2010 e Windows Azure: Integração Utilizando JavaScript

Overview

Neste artigo vamos ver como criar um serviço no Windows Azure para ser consumido a partir de um script JavaScript publicado no SharePoint 2010.

As técnicas utilizadas neste artigo podem ser utilizadas para o SharePoint 2010 OnPremise (local) ou para o SharePoint Online (Office 365).

Leia o resto deste post »

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 39 outros seguidores